Governo firma contrato-programa de 825 mil euros com Teatro Micaelense

Governo firma contrato-programa de 825 mil euros com Teatro Micaelense

 

Lusa/AO online   Regional   5 de Abr de 2018, 16:01

O Governo dos Açores formalizou um contrato-programa com o Teatro Micaelense no valor de 825 mil euros para apoiar a unidade na promoção da oferta cultural da região, foi esta quinta-feira anunciado.

"Este contrato programa visa apoiar o Teatro Micaelense no desenvolvimento da sua atividade no âmbito da promoção da oferta cultural, bem como na área da animação turística e turismo de congressos, áreas que continuam a registar um crescimento significativo na região", disse o secretário regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares, Berto Messias.

O governante falava em São Roque do Pico no terceiro e último dia de uma visita estatutária do executivo à ilha açoriana e, na ocasião, lia à imprensa o comunicado do mais recente Conselho de Governo dos Açores, tido na terça-feira à noite.

O executivo açoriano, do PS, autorizou também no encontro desta semana a celebração de um contrato-programa entre a região e a Azorina no valor de dois milhões e trezentos mil euros, protocolo "destinado a regular a cooperação entre as partes no âmbito do exercício desta empresa pública, nomeadamente de promoção e apoio à gestão das redes de ecotecas e de centros ambientais, e de desenvolvimento de ações de informação, sensibilização e educação ambiental".

O Conselho de Governo aprovou ainda dois avales: um à SPRHI – Sociedade de Promoção e Reabilitação de Habitação e Infraestruturas, no valor de cinco milhões de euros, e outro à Lotaçor, no valor de quatro milhões e quatrocentos mil euros.

"As operações financeiras agora autorizadas não configuram um aumento do endividamento líquido das referidas empresas", diz o texto apresentado por Berto Messias.

Foi também viabilizado pelo executivo um apoio de 350 mil euros à Universidade dos Açores para o pagamento de "despesas decorrentes da sua tripolaridade".

O Governo Regional dos Açores aprovou ainda várias medidas "especificamente" ligadas à ilha do Pico, em áreas como habitação, transportes, desporto ou segurança social.

A ilha do Pico recebeu por estes dias a primeira visita estatutária de 2018 do executivo.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.