Crise financeira

Governo espanhol encurta tempo de férias e reúne-se em Agosto


 

Lusa / AO online   Economia   25 de Jun de 2010, 16:09

O Governo espanhol vai encurtar as tradicionais férias de Agosto para aprovar medidas nas áreas laboral e da banca para combater a crise económica, anunciou esta sexta-feira a vice primeira-ministra, Maria Teresa Fernandez de la Vega.

O Governo vai reduzir o tempo de férias ao mínimo porque a situação económica exige que o Executivo esteja na capacidade máxima", disse a governante no final de uma reunião dos ministros espanhóis, que agendou para 20 de Agosto um conselho de ministros.

A legislação para flexibilizar o mercado laboral vai fazer o seu caminho no Parlamento em Julho e Agosto, ao mesmo tempo que o Governo vai dedicar-se à reestruturação dos bancos vocacionados para os depósitos e a começar a preparar o Orçamento do Estado para o próximo ano, afirmou a governante, citada pela Bloomberg.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.