Governo duvida que Açores ganhassem equiparando-se à Madeira no apoio aos voos inter ilha

Governo duvida que Açores ganhassem equiparando-se à Madeira no apoio aos voos inter ilha

 

Lusa/AO Online   Regional   8 de Ago de 2014, 06:34

O secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações afirmou, quinta-feira à noite, nos Açores "não ter a certeza" se o arquipélago ficaria a ganhar equiparando-se à Madeira no apoio pago pela República nos voos entre as ilhas.

 

“Se nós começamos em competição entre as regiões autónomas sobre quem tem mais subsídios e uma pretende equiparar-se à outra não tenho a certeza que os Açores se queiram equiparar à Madeira”, afirmou aos jornalistas Sérgio Monteiro, que participou num debate, em Ponta Delgada, sobre as novas obrigações de serviço público no transporte aéreo entre os Açores e o Continente.

Na terça-feira o presidente do Governo Regional dos Açores lamentou que o seu homólogo madeirense fale em igualdade de tratamento no transporte aéreo, quando nas ligações entre ilhas a República paga o serviço público na Madeira, mas nos Açores não.

Depois de terem sido anunciadas, em julho, as novas obrigações de serviço público para o transporte aéreo entre o continente e os Açores, o presidente do Governo Regional da Madeira solicitou ao Governo da República um tratamento igual para os madeirenses, por considerar que estão a ser discriminados.

Para Sérgio Monteiro no caso da República passar a pagar 1,5 milhões de euros aos Açores, valor que paga pelas ligações entre as ilhas da Madeira e do Porto Santo, teria de baixar, também, para o mesmo nível de apoio que é dado aos madeirenses nas ligações ao continente.

“Acho que isso era profundamente prejudicial para os açorianos e eu não acredito que o Governo Regional dos Açores vá fazer essa proposta ao Governo central”, referiu o secretário de Estado, à margem de um debate organizado pelo PSD/Açores em Ponta Delgada.

O Governo dos Açores pretende celebrar novo contrato com a SATA, a única companhia aérea a fazer voos entre as ilhas açorianas, para a concessão do transporte aéreo inter-ilhas, que vigorará até março de 2015, quando espera já ter definidas novas obrigações de serviço público para estas ligações.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.