Governo dos Açores quer potenciar cultura científica e tecnológica na região

Governo dos Açores quer potenciar cultura científica e tecnológica na região

 

AO/LUSA   Regional   29 de Abr de 2018, 19:11

O secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia do Governo dos Açores indicou hoje que o plano de ação para a Cultura Científica e Tecnológica dos Açores (PACCTO Açores) pretende potenciar a cultura destas áreas no arquipélago

O documento, abordado por Gui Menezes numa sessão na Vila do Porto, ilha de Santa Maria, pretende "reforçar e dar continuidade às iniciativas em curso, bem como desenvolver novas ações, com o intuito de garantir a efetiva disseminação da cultura científica e tecnológica no arquipélago".

No âmbito do PACCTO Açores, há, por exemplo, uma verba alocada de 120 mil euros ao programa "Ciência na Escola", que contempla medidas como o incentivo à participação de alunos em competições nacionais e internacionais em diferentes áreas disciplinares, como é o caso do CanSat, que hoje terminou em Santa Maria.

Cerca de 100 alunos, acompanhados pelos professores, puseram à prova os seus microssatélites na eliminatória nacional CanSat Portugal 2018.

“A iniciativa desafia estudantes do ensino secundário de todo o país a projetarem e construírem um modelo funcional de um microssatélite (CanSat), integrado num volume equivalente ao de uma lata de refrigerante”, refere o gabinete do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Este é um projeto educativo do ESERO Portugal, organizado pela Ciência Viva e pela Agência Espacial Europeia (ESA), com o apoio do Governo Regional dos Açores.

Os microssatélites foram lançados de uma altura de 1.000 metros e os alunos tiveram de comunicar com o satélite na descida e, tal como num verdadeiro projeto espacial, recolher dados científicos e imagens para desenvolver um projeto.

O Cansat Portugal teve início em 2014 e em cinco edições abrangeu mais de 400 jovens do ensino secundário.

"É uma competição muito interessante porque permite aos alunos aplicarem os conhecimentos que adquirem nestas áreas: tecnologia, robótica, programação", sublinhou hoje aos jornalistas o secretário regional Gui Menezes.

A equipa vencedora representará Portugal na final internacional que se realiza em Portugal, pela primeira vez na Ilha de Santa Maria, de 28 de junho a 01 de julho e que juntará 18 equipas.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.