Governo dos Açores estuda pagamento de entradas em espaços florestais

Governo dos Açores estuda pagamento de entradas em espaços florestais

 

AOnline/LUSA   Regional   10 de Out de 2015, 10:54

O Governo dos Açores está a estudar a "introdução de entradas pagas nas reservas florestais e outros espaços naturais", ficando os residentes do arquipélago isentos do pagamento, anunciou ontem o presidente do executivo.

Vasco Cordeiro referiu que a medida deverá começar a ser aplicada a partir do próximo verão IATA (signa em inglês para Associação Internacional de Transporte Aéreo), "numa primeira fase a título experimental e em apenas alguns espaços".

O objetivo é "não só disciplinar o acesso, mas, igualmente, proteger esses ativos do património natural, qualificando as condições em que a eles é possível aceder e deles usufruir", acrescentou, no discurso de inauguração da Casa Hintze Ribeiro, um novo empreendimento turístico em Ponta Delgada, onde destacou vários dados sobre o crescimento do setor.

O governante anunciou também que o executivo está a trabalhar numa alteração dos horários de funcionamento dos museus, para que possam "constituir fatores acrescidos de atratividade e animação" ao fim de semana.

No âmbito da aposta da região no turismo, acrescentou, o trânsito e a limpeza urbana poderão também ser áreas a exigir um olhar "mais cuidado", já que são suscetíveis de denotar a pressão motivada pelo aumento de visitantes.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.