Governo dos Açores decreta três dias de luto regional

Governo dos Açores decreta três dias de luto regional

 

Paula Gouveia   Regional   14 de Nov de 2014, 10:09

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, decretou hoje três dias de luto regional, entre 14 e 16 de novembro, pelo falecimento de Madruga da Costa, antigo presidente do parlamento e do executivo açorianos.

Segundo um comunicado oficial, o despacho de Vasco Cordeiro determina que nestes três dias “a bandeira da Região deve ser colocada a meia haste em todos os serviços públicos regionais e nas empresas do Setor Público e Empresarial da Região”.

O presidente do Governo açoriano lembrou que Alberto Romão Madruga da Costa (74 anos), desempenhou "as mais elevadas funções nos órgãos de governo próprio da Região Autónoma dos Açores com elevado sentido de missão, dignidade e empenho".

O antigo presidente do Governo dos Açores Alberto Romão Madruga da Costa morreu hoje em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, vítima de doença prolongada, disse fonte do PSD à Lusa.

Madruga da Costa, de 74 anos, natural da Horta, ilha do Faial, foi presidente do Governo Regional dos Açores na sequência da demissão de Mota Amaral, entre finais de 1995 e 1996.

Militante do PSD, foi deputado à Assembleia Regional dos Açores e secretário regional dos Transportes e Turismo no primeiro e no segundo governo regional, tendo ocupado ainda por duas vezes a presidência do parlamento açoriano.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.