Região congratula-se com aprovação do concurso para obras no Cais POL Nato em Ponta Delgada

Região congratula-se com aprovação do concurso para obras no Cais POL Nato em Ponta Delgada

 

Lusa/AO Online   Regional   14 de Abr de 2017, 14:16

O Governo Regional dos Açores congratulou-se com a aprovação em Conselho de Ministros do lançamento do concurso público para as obras de reparação do Cais Depósito POL NATO em Ponta Delgada (5,4 milhões de euros).

Segundo uma nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social (GACS) do executivo açoriano, enviada esta manhã às redações, a decisão "materializa um compromisso que tinha sido recentemente confirmado entre o ministro da defesa nacional e o secretário regional dos transportes e obras públicas" numa reunião decorrida no início do passado mês de março.

Na mesma nota lê-se que, além desta obra que vai "restabelecer as condições de segurança e operacionalidade desta infraestrutura", a Portos dos Açores, empresa que gere os portos nos Açores, "prevê investir 41 milhões de euros" no porto comercial de Ponta Delgada.

O executivo açoriano lembra que já decorrem as obras de reforço do manto do porto, orçadas em nove milhões de euros para "dotar de maior capacidade o manto exterior de proteção do porto" que foi afetado pelos temporais de dezembro de 2015 e janeiro de 2016.

Numa segunda fase de intervenção está previsto o investimento de 32 milhões para "reperfilamento do Cais-10, na repavimentação do cais e na ampliação do parque de contentores" para melhorar a operacionalidade daquele porto, refere o mesmo comunicado.

O Governo da República aprovou esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, o lançamento de um concurso público para as obras de reparação do Cais Depósito POL NATO em Ponta Delgada, nos Açores.

Segundo o comunicado distribuído no final da reunião do Conselho de Ministros, as obras serão integralmente suportadas pela NATO, que "aceitou um pedido de financiamento a 100% apresentado por Portugal".

Esta instalação militar integra o inventário das infraestruturas da NATO.

"Esta é a única infraestrutura dotada de condições para o reabastecimento de navios e submarinos militares entre o oeste e este do oceano Atlântico, tendo sofrido relevantes danos nos últimos anos", adiantou o Governo da República no comunicado.

De acordo com o executivo liderado pelo socialista António Costa, as obras previstas no Cais Depósito POL NATO, na ilha de São Miguel, irão "restabelecer as condições de segurança e operacionalidade".

No início de março, o secretário dos Transportes e Obras Públicas dos Açores pediu ao ministro da Defesa celeridade no processo de reabilitação do cais POL NATO, em Ponta Delgada, para que se possa avançar com a segunda fase de recuperação deste porto.

"O ministro da Defesa acolheu muito bem a nossa pretensão de lançamento da empreitada no porto de Ponta Delgada, na zona do cais NATO, comprometendo-se a enviar, hoje ou na quinta-feira, toda a informação para o gabinete do primeiro-ministro para este autorizar a despesa e se proceder ao lançamento do respetivo concurso público", disse na altura à agência Lusa Vítor Fraga.

O governante açoriano considerou fundamental a autorização do Governo da República para que se possa "conciliar com a empreitada" que a empresa pública Portos dos Açores vai levar a cabo no porto de Ponta Delgada.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.