Governo dos Açores começa na segunda-feira visita estatutária à ilha Graciosa


 

Lusa/AO Online   Regional   11 de Jun de 2017, 11:39

O Governo dos Açores começa na segunda-feira a visita estatutária à Graciosa, a primeira deslocação do executivo regional à ilha nesta legislatura.

A visita à Graciosa, que termina na quarta-feira, cumpre o Estatuto Político-Administrativo dos Açores, segundo o qual o executivo regional deve visitar cada uma das ilhas do arquipélago pelo menos uma vez por ano e que o Conselho do Governo reúna na ilha visitada.

Nesta ilha, os membros o executivo açoriano, presidido por Vasco Cordeiro, têm agendadas, entre outras iniciativas, reuniões com diversas entidades, visitas a obras e instituições e a inauguração de um miradouro, além dos habituais encontros com o conselho de ilha e com a população.

Os conselhos de ilha são um organismo consultivo que integra autarcas e representantes dos sindicatos, associações empresariais e outras entidades ligadas ao ambiente, pescas ou agricultura.

A chegada do executivo ao aeródromo da Graciosa está prevista para as 16:55 locais (mais uma hora em Lisboa) de segunda-feira e, logo depois, Vasco Cordeiro visita a obra do novo matadouro.

Ainda neste dia, às 19:00, realiza-se a reunião do Governo Regional com o Conselho de Ilha, na escola básica e secundária local.

Na terça feira, o presidente do Governo Regional preside, na parte de manhã, à abertura da formação para cuidadores formais, à tarde à assinatura de um protocolo de contratação de serviços com o Instituto Português de Reumatologia, nas Termas do Carapacho e, à noite, à reunião do Conselho do Governo.

Segundo o ‘site’ www.visitazores.com, as termas do Carapacho são uma estância termal do século XIX situada junto ao mar e as suas águas sulfurosas quentes “são utilizadas desde 1750 para o tratamento de reumatismo e doenças de pele”.

Pelas 18:00, o executivo regional recebe a população da ilha, na escola básica e secundária e, às 21:00, reúne-se em Conselho do Governo.

Já na quarta-feira, último dia da visita estatutária, o chefe do executivo açoriano visita as obras de remodelação das instalações da Adega e Cooperativa Agrícola da ilha Graciosa, investimento superior a um milhão de euros.

Depois, Vasco Cordeiro preside à cerimónia de autorização de dez processos de reabilitação de habitação degradada e, ainda, à assinatura de protocolos de colaboração com as juntas de freguesia de Santa Cruz e Guadalupe, para a recuperação de quatro imóveis destas autarquias.

A Graciosa, com cerca de 60 quilómetros quadrados, tinha em 2015 cerca de 4.300 habitantes. É a segunda ilha mais pequena dos Açores, depois do Corvo, e a mais a norte das cinco que compõem o grupo central do arquipélago, onde se incluem Terceira, São Jorge, Pico e Faial.

A ilha, com um único município, Santa Cruz da Graciosa, e quatro freguesias, integra a rede mundial de Reservas da Biosfera da Unesco - Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.