Governo dos Açores apresenta plano de investimento público de 731 ME para 2015

Governo dos Açores apresenta plano de investimento público de 731 ME para 2015

 

Lusa/AO Online   Regional   30 de Set de 2014, 13:49

O Governo dos Açores apresentou esta terça-feira aos parceiros sociais uma proposta final de plano anual de investimento público para 2015 que totaliza 731 milhões de euros, mais 11% do que foi aprovado para este ano.

 

O “programa” de investimento que engloba os “transportes e a investigação científica” é o que tem a maior dotação (169 milhões de euros), segundo revelou aos jornalistas o vice-presidente do executivo açoriano, Sérgio Ávila, no final da reunião do Conselho Regional de Concertação Estratégica, em Ponta Delgada.

O presidente do executivo regional tinha dito na segunda-feira, à entrada para a reunião do Conselho do Governo que aprovou o documento hoje apresentado aos parceiros, que o aumento do investimento público na região em 2015 seria de 7% (mais 50 milhões de euros) em relação ao previsto para este ano.

“Ontem [segunda-feira], no Conselho de Governo, foi possível acomodar um aumento adicional de 20 milhões de euros, de forma a que a anteproposta que hoje aqui apresentamos resulte num aumento muito significativo do investimento público, que esperamos que seja um contributo para incrementar a atividade económica, o apoio às famílias e às empresas e para a promoção do emprego”, sublinhou Sérgio Ávila.

As áreas (ou “programas”) com maiores dotações são os “transportes e investigação científica”, com 169 milhões de euros, a “competitividade empresarial e o emprego”, com 155 milhões, a “agricultura e desenvolvimento rural”, com 145 milhões, e a “educação e cultura”, com 77 milhões.

Sérgio Ávila explicou que a dotação para a área dos transportes está relacionada com o previsível início da construção de dois novos barcos para transporte de passageiros no arquipélago (o concurso internacional que está anunciado tem um valor global de 85 milhões de euros para este projeto, mas só deverá estar totalmente concretizado em 2017) e um conjunto de investimentos nos portos comerciais da região, já previstos na Carta Regional das Obras Públicas.

Há ainda, acrescentou, uma “componente de estradas”, que contarão com cofinanciamento europeu, apesar das limitações impostas pelo novo Quando Comunitário de Apoio a este nível.

Trata-se, essencialmente, de investimentos em portos e outras “infraestruturas” necessárias para completar a rede regional de transportes, no âmbito do Plano Integrado de Transportes dos Açores já apresentado, sintetizou.

Sérgio Ávila sublinhou que a distribuição do investimento público nos Açores em 2015 tem os “objetivos essenciais” de aumentar a competitividade das empresas e a empregabilidade dos açorianos (destino de 50% do valor do total do plano), apoiar e incrementar a inclusão e a coesão social (25%) e a qualificação e “reforçar” infraestruturas, em especial, a nível dos transportes.

Os parceiros sociais têm até 24 de outubro para enviar um parecer sobre a proposta de Plano Anual de Investimento para 2015.

Sérgio Ávila disse que o executivo vai analisar todas as propostas, havendo sempre possibilidade de “ajustamentos”, mas realçou a “satisfação manifestada” pelos parceiros na reunião de hoje em relação às linhas gerais da proposta do Governo Regional.

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.