Governo dos Açores anuncia 471 mil euros para 21 viaturas para a PSP

Governo dos Açores anuncia 471 mil euros para 21 viaturas para a PSP

 

Lusa/AO Online   Regional   15 de Mai de 2015, 14:05

O secretário regional do Turismo e dos Transportes dos Açores anunciou hoje um investimento, em breve, de 471 mil euros em 21 viaturas destinadas à PSP, ao abrigo de novos acordos entre esta força de segurança e o executivo açoriano.

“Está ainda previsto a atribuição de apoios que ultrapassam os 324 mil euros destinados à recuperação de instalações policiais em São Roque e Madalena do Pico e Velas de São Jorge”, revelou Vítor Fraga, na cerimónia comemorativa do 16.º aniversário do Comando Regional da PSP dos Açores, na cidade da Ribeira Grande, ilha de São Miguel.

Vão ser ainda adquiridos pelo Governo dos Açores equipamentos para as equipas de intervenção rápida, fiscalização de tráfego e material destinado à investigação criminal, de acordo com o governante.

O secretário regional considerou que o “bom relacionamento institucional” que o executivo açoriano tem com a PSP “é a prova de que este Governo [dos Açores], não podendo nem se tendo substituído ao Governo da República nas suas responsabilidades em matéria de segurança interna, tem sido uma força ativa”.

O executivo açoriano tem sido também “interveniente e [uma força ativa] preocupada na reivindicação de meios e na procura de soluções que venham ao encontro das necessidades das forças de segurança em presença”, acrescentou.

“Assim saiba e queira também a República fazer o seu papel, nomeadamente no reforço dos meios humanos que há tanto vem sendo reivindicado”, declarou ainda.

A ministra da Administração Interna, que presidiu à cerimónia, referiu que os Açores apresentam o mais baixo índice de violência do país, sendo que por cada 100 crimes apenas 1,8 constituem crimes violentos ou graves.

“Este índice é fundamental para assegurarmos que os Açores são uma região segura, fator que muito influencia a procura turística e o consequente desenvolvimento regional”, considerou.

Anabela Rodrigues referiu que a redução da criminalidade registada no Relatório Anual de Segurança Interna de 2014, recentemente apresentado, “representa uma mais-valia para o país” e vem ao encontro do que se tem registado nos últimos anos, permitindo afirmar que Portugal é seguro.

“A segurança é um fator fundamental para atrair investimento e criar as condições necessárias ao desenvolvimento económico e gerar confiança nas instituições públicas”, declarou.

A ministra voltou também a referir que foi encontrada uma solução com a Câmara Municipal da Ribeira Grande para a esquadra de Rabo de Peixe que, ao abrigo de um protocolo a celebrar ainda hoje entre a PSP e a Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande, irá passar a funcionar num imóvel que vai ser adaptado na freguesia.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.