Governo dos Açores adjudica empreitada da EBI das Capelas

Governo dos Açores adjudica empreitada da EBI das Capelas

 

AO Online/Gacs   Regional   15 de Dez de 2017, 07:50

O Secretário Regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, adjudicou quinta-feira a empreitada de requalificação das instalações da Escola Básica Integrada das Capelas, em S. Miguel, num investimento superior a 7,4 milhões de euros.

 


A empreitada, que foi adjudicada à empresa Marques SA, tem como objeto a realização de todos os trabalhos definidos, quanto à sua espécie, quantidade e condições técnicas, nos projetos de execução e no caderno de encargos.

 

Esta obra, com um prazo de execução de 24 meses, vai permitir, entre outros aspetos, dotar aquele estabelecimento de ensino, destinado a cerca de 800 alunos, com mais espaço e melhores condições funcionais.

 

A intervenção visa a requalificação e beneficiação da maioria das construções e edifícios existentes neste complexo escolar, assim como reforçar a sua capacidade com a construção de novos edifícios, que permitam o aumento das salas de aula, passando a contar com 33 salas de aula normais e duas de pequena dimensão.

 

A criação de novas salas para disciplinas específicas, designadamente de Educação Visual e Tecnológica e Educação Musical, dois laboratórios de ciências e um laboratório de física e química, estão também previstas para esta empreitada.

 

A EBI das Capelas terá ainda um núcleo para Educação Especial, com salas próprias e instalações adaptadas.

 

Para a disciplina de Educação Física, além do espaço exterior e do pavilhão, esta escola passará a contar também com uma nova sala de ginástica.

 

O acesso às instalações desportivas e ao auditório poderá ser feito pela comunidade educativa no período pós-letivo diretamente sem circular pelo espaço escolar.

 

A intervenção na escola permitirá, ainda, circular por todo o espaço escolar sem necessidade de atravessar o pátio exterior, salvaguardando-se, assim, o conforto na mobilidade entre os espaços em períodos de chuva.

 

No que diz respeito às áreas sociais e administrativas, será criado um novo núcleo, com uma nova cozinha e refeitório, nova sala de convívio para alunos e professores, nova biblioteca e novas áreas para a secretaria, para o Conselho Executivo e departamentos disciplinares, gabinetes para diretores de turma, sala de professores e salas de reuniões.

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.