Governo dos Açores abre concurso para construção da Casa dos Vulcões

Governo dos Açores abre concurso para construção da Casa dos Vulcões

 

LUSA/AOnline   Regional   17 de Dez de 2016, 13:59

O Governo dos Açores anunciou hoje a abertura do concurso público para construção da Casa dos Vulcões, na ilha do Pico, um investimento de cerca de dois milhões de euros e com prazo de execução de 450 dias.

A Casa dos Vulcões vai ser construída em plena Paisagem Protegida da Cultura da Vinha da Ilha do Pico, classificada pela UNESCO [Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura] como Património Mundial, promovendo “a recuperação do património edificado do núcleo do Lajido de Santa Luzia, uma vez que será executada com base nas ruínas de dois armazéns tradicionais”, informa uma nota de imprensa do Governo Regional.

O anúncio para a empreitada de execução da Casa dos Vulcões foi publicado em Jornal Oficial na sexta-feira, tendo os interessados até às 16:00 (mais uma hora em Lisboa) do 48. º dia a contar da data de envio do anúncio (09/12/2016) para apresentação de propostas.

Em setembro, o então secretário regional da Agricultura e Ambiente, Luís Neto Viveiros, apresentou o projeto da Casa dos Vulcões, que inclui um simulador de sismos e uma cápsula sensorial para permitir ‘viajar’ ao centro da Terra.

O projeto “visa, com base em critérios científicos e adaptados ao turismo de preservação, proporcionar uma maior divulgação do património geológico dos Açores e de toda a sua geodiversidade, presente em vulcões, grutas e outras paisagens vulcânicas”, refere a mesma nota do executivo açoriano.

A Casa dos Vulcões contempla, ainda, uma área educativa, denominada “Cantinhos dos Vulcões”, fazendo deste um espaço de conhecimento e aprendizagem dirigido aos mais novos, onde serão desenvolvidas práticas cognitivas específicas, incluindo uma oficina de desenho, modelação e impressão 3D.

Luís Neto Viveiros explicou em setembro que a exposição permanente da Casa dos Vulcões, “foi idealizada tendo por base um conjunto de módulos que contam a história dos vulcões dos Açores e do mundo”, acrescentando que o “simulador de sismos, que permite simular, com grande realismo, sismos já ocorridos” irá proporcionar um “experiência sísmica, que dura 90 segundos e é acompanhada de imagens e sons”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.