Governo diz que seria positiva cooperação entre SATA e transportadora de Cabo Verde

Governo diz que seria positiva cooperação entre SATA e transportadora de Cabo Verde

 

Lusa/AO online   Regional   1 de Jul de 2014, 17:34

O secretário regional dos Transportes dos Açores destacou hoje os "grandes pontos de contacto" entre a operação da SATA e da transportadora aérea cabo-verdiana, a TACV, considerando que uma "cooperação efetiva" entre as duas empresas seria benéfica para ambas.

“É uma situação que tem de ser analisada, trabalhada entre a TACV e a SATA. Agora, há aqui grandes pontos de contato entre o que é a realidade da operação da SATA Internacional e da TACV”, afirmou aos jornalistas Vitor Fraga, depois de questionado sobre a possibilidade de a SATA, a transportadora aérea dos Açores, voltar a voar para Cabo Verde.

Vítor Fraga falava em Ponta Delgada, no final de uma audiência com a ministra das Infraestruturas e Economia Marítima de Cabo Verde, Sara Lopes, que iniciou hoje uma visita de dois dias aos Açores.

O governante açoriano considerou que havendo uma “cooperação efetiva” entre as duas transportadoras aéreas, seria “benéfico para ambas, com vista a garantir a sustentabilidade das respetivas operações”.

“Há grande semelhança das localizações das comunidades emigrantes de Cabo Verde e dos Açores. Isso pode ser uma mais-valia na sustentabilidade das operações”, explicou Vitor Fraga, alegando que o desafio da mobilidade e da acessibilidade é comum aos Açores e a Cabo Verde.

Também a ministra das Infraestruturas e Economia Marítima de Cabo Verde apontou várias semelhanças entre os dois arquipélagos.

“Há muitas semelhanças entre Cabo Verde e os Açores. Neste momento, em Cabo Verde, estamos confrontados com o desafio de rapidamente melhorar o sistema de transporte inter-ilhas, mas também entre as ilhas de Cabo Verde com o continente africano, outros mercados e com a diáspora”, afirmou aos jornalistas Sara Lopes.

A governante cabo-verdiana revelou que a sua deslocação aos Açores tem por objetivo estudar e colher a experiência açoriana em domínios como os transportes aéreos e marítimos, estando previsto o envio de uma missão técnica para “se inteirar e obter colaboração das organizações e instituições açorianas”.

Pesca, gestão de recursos marinhos, gestão portuária, administração marítima e desportos náuticos foram outros dos temas abordados na reunião entre o secretário regional dos Transportes e a ministra de Cabo Verde, que reunirá também com o secretário regional dos Recursos Naturais e várias empresas do setor público regional ligadas aos transportes.

Ao nível do Turismo, que Vítor Fraga também tutela no Governo dos Açores, Sara Lopes considerou haver “um grande potencial que deve ser explorado” entre os dois arquipélagos da Macaronésia, lembrando que é preciso trabalhar mais o aspeto da conetividade entre ambos.

“Aqui há o que em Cabo Verde não há: mais chuva e mais verde. Em Cabo Verde há aquilo que falta aqui durante algum período do ano, nomeadamente mais sol e mais praia. Porque não encontrar operadores turísticos que vendam os dois arquipélagos?” desafiou Sara Lopes.

A ministra das Infraestruturas e Economia Marítima de Cabo Verde convidou o secretário regional do Turismo a visitar “ainda este ano” o país.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.