Governo disposto a tomar medidas adicionais para corrigir o défice

Governo  disposto a tomar medidas adicionais para corrigir o défice

 

Lusa/AO Online   Economia   18 de Abr de 2010, 16:10

O Governo espanhol, que adotou um plano de austeridade para reduzir os défices públicos para baixo de três por cento do PIB em 2013, anunciou hoje que está disponível para adotar medidas adicionais para atingir esse objetivo.

"Sim", respondeu a ministro da Economia espanhola, Elena Salgado, quando questionada pelo jornal 'El Pais', que lança a história na sua edição de hoje, sobre se o Governo estaria disposto a tomar medidas adicionais se as finanças públicas não acompanharem os objetivos previstos no orçamento espanhol.

Porém, Elena Salgado salientou que "hoje, com as informações que estão à nossa disposição (...), existe a convicção de que não será necessário".

A Espanha fechou o ano passado com o défice nos 11,2 por cento e tem em curso um plano de austeridade a três anos que prevê poupar 50 mil milhões de euros, graças aos cortes estimados em praticamente todos os ministérios.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.