Governo de Berlusconi enfrenta hoje greve geral

Governo de Berlusconi enfrenta hoje greve geral

 

Lusa/AO Online   Internacional   25 de Jun de 2010, 06:24

 Itália enfrenta hoje uma greve geral contra o plano de austeridade de 24 mil milhões de euros do Governo de Silvio Berlusconi, que pede até 2013 um maior esforço de contenção aos funcionários e às administrações públicas.

A ação de protesto é convocada pela Confederação Geral Italiana do Trabalho (CGIL), a principal central sindical, e será uma das mais significativas desde 25 de maio, altura em que o Conselho de Ministros aprovou o plano de austeridade em resposta às indicações da União Europeia (UE).

A paralisação, que acontece um dia depois de uma greve geral em França, poderá afetar os serviços da administração pública e o sector dos transportes, nomeadamente as ligações aéreas.

A central sindical convocou igualmente manifestações em várias cidades do país, como Palermo, Áquila e Milão.

As exceções serão as regiões da Toscana (centro) e de Piemonte (norte), onde o comité regional da CGIL convocou uma greve geral para o próximo dia 02 de julho.

Em Roma está igualmente prevista uma manifestação, com início às 09:00 locais (08:00 hora de Lisboa).

Através da sua página na Internet, a central sindical convidou todos os italianos a manifestarem-se em apoio dos mais jovens, contra os cortes nas regiões e nos municípios e contra o plano de austeridades que “fere o trabalho público e privado”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.