Mau Tempo na Madeira

Governo da Madeira reúne com comissário europeu para contabilizar estragos

Governo da Madeira reúne com comissário europeu para contabilizar estragos

 

lusa/ao on line   Nacional   26 de Fev de 2010, 05:36

O Governo Regional da Madeira ainda não tem uma estimativa dos prejuízos causados pelo temporal na ilha, pelo que a reunião desta sexta-feira com o comissário europeu Johannes Hahn servirá apenas para "relatar factos" e "apelar à solidariedade".

Em declarações à agência Lusa, o secretário do Plano e das Finanças do Governo regional, José Manuel Garcês, lembrou que a candidatura ao Fundo de Solidariedade da União Europeia pode ser apresentada num prazo de dez semanas a partir do dia da catástrofe.

"Está a ser feita a inventariação dos prejuízos. A dimensão é de tal ordem que é difícil indicar para já um valor estimado", afirmou.

Na reunião de hoje, em Bruges (Bélgica), com o Comissário Europeu para a Política Regional, Johannes Hahn, estará presente, além de José Manuel Garcês, o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, e o presidente do Instituto de Desenvolvimento Regional da Madeira, Sílvio Costa.

"A reunião será mais para relatar os factos e apelar à solidariedade da Comissão Europeia", acrescentou.

Segundo o responsável, as imagens da queda de pontes, populações completamente isoladas, infraestruturas públicas e habitações destruídas demonstram a "grande catástrofe" que assolou a ilha da Madeira no passado sábado.

"Isso demonstra a dimensão da catástrofe e justifica o apoio que esperamos da União Europeia", sublinhou.

De acordo com o último balanço, o temporal que no sábado passado atingiu a Madeira provocou pelo menos 42 mortos, 18 feridos, 29 desaparecidos e 600 deslocados.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.