Governo da Madeira enaltece várias entidades no socorro às vítimas do Monte

Governo da Madeira enaltece várias entidades no socorro às vítimas do Monte

 

Lusa/AO online   Nacional   17 de Ago de 2017, 17:53

O Governo Regional da Madeira enalteceu o "empenho, sentido de responsabilidade e entreajuda de todos quantos estiveram envolvidos nas operações de socorro" às vítimas da queda da árvore no Monte na terça-feira, provocando 13 mortos.

"Perante o acontecimento trágico ocorrido no passado dia 15 na freguesia do Monte, enaltecer o empenho, sentido de responsabilidade e entreajuda de todos quantos estiveram envolvidos nas operações de socorro, desde o voluntário ao profissional anónimo, o que permitiu uma tão pronta e eficaz resposta no apoio às vítimas, neste particular momento de grande dor e consternação para todos os madeirenses e porto-santenses", lê-se numa nota hoje divulgada.

Um carvalho de grande porte e com 200 anos abateu terça-feira, Dia da Assunção de Nossa Senhora, também conhecido por Dia de Nossa Senhora do Monte, padroeira da Região Autónoma da Madeira, no Largo da Fonte, no Monte, sobre várias pessoas que aguardavam pela passagem da procissão, causando 13 mortos e 49 feridos, sete dos quais estão hospitalizados.

O Governo Regional decidiu assim atribuir um público reconhecimento a diversas entidades, nomeadamente Bombeiros Voluntários Madeirenses, Bombeiros Sapadores do Funchal, Bombeiros Voluntários de Câmara de Lobos, Bombeiros Municipais de Santa Cruz, Bombeiros Voluntários Ribeira Brava, Coluna de Socorro da Cruz Vermelha Portuguesa, Serviço Regional de Proteção Civil (EMIR-Equipa Médica de Intervenção Rápida e CROS-Comando Regional de Operações de Socorro).

Enaltece ainda a Polícia de Segurança Pública, SESARAM, Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, E.P.E., Força Aérea Portuguesa, Instituto Nacional de Medicina Legal, Junta de Freguesia do Monte e Associação de Escoteiros de Portugal.

Oito das 13 vítimas mortais são do sexo feminino e cinco do masculino, sendo uma criança de 1 ano e as restantes com idades entre os 28 e 59 anos. Uma mulher francesa e outra húngara figuram entre os mortos.

O Conselho do Governo Regional autorizou, entre outras matérias, a criação de uma linha de crédito a juro bonificado destinado a financiar a compra de cana-de-açúcar, referente à campanha de 2017, efetuada pelas agroindústrias do fabrico de rum agrícola e do mel de cana-de-açúcar, até ao montante global de 2.348.000,00 euros.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.