Governo da Madeira concede tolerância de ponto 6ª feira para população ver o Rali

Governo da Madeira concede tolerância de ponto 6ª feira para população ver o Rali

 

Lusa/AO Online   Nacional   31 de Jul de 2017, 15:49

O Governo Regional da Madeira vai dar tolerância de ponto na próxima sexta-feira aos serviços sob a sua tutela para permitir que a população possa acompanhar o Rali Vinho Madeira, anunciou hoje o executivo.


“O Governo Regional irá dar tolerância de ponto na sexta-feira, dia 04 de agosto de 2017, nos serviços, institutos e empresas sob a sua tutela, sem prejuízo de ficarem assegurados os serviços indispensáveis”, informou o executivo madeirense numa nota divulgada na região.

O governo madeirense argumenta que, “face à qualidade da lista de inscritos”, tudo permite “antever uma prova muito competitiva”.

“O Governo Regional toma esta decisão, permitindo que nesta época estival a população acompanhe com segurança a festa popular que é o Rali Vinho Madeira, contribuindo, também, desta forma, para a dinamização da economia local”, salienta o executivo liderado pelo social-democrata Miguel Albuquerque no mesmo documento.

A edição de 2017 do Rali Vinho Madeira vai para a estrada entre 03 e 05 de agosto, tendo uma lista com 61 pilotos inscritos, 11 dos quais estrangeiros, anunciou a organização da prova.

Estão confirmados também dois pilotos prioritários da Federação Internacional de Automobilismo (FIA): o francês Stéphane Lefebvre, que compete no Campeonato do Mundo de Ralis pela equipa da Citroen, e o italiano Simone Tempestini, campeão júnior WRC.

Vão marcar presença 16 viaturas da categoria R5, com destaque para três Hyundai, pilotados por Giandomenico Basso, italiano que venceu este rali por quatro vezes, o português Miguel Nunes e ainda um piloto sul-coreano.

Destaque ainda para a comparência do antigo piloto Jean Pierre Nicolas, o primeiro estrangeiro a vencer o Rali Vinho Madeira, em 1967, ao volante de um Renault R8.

"O Rali Vinho Madeira é uma imagem de marca, uma referência e a vontade dos pilotos pesou muito. A Hyundai queria testar na Madeira e o Basso veio. Isto é um teste grande para as viaturas que as equipas querem fazer", afirmou o presidente da comissão organizadora da prova, Paulo Fontes.

A superespecial na Avenida marca o começo do Rali, a 03 de agosto.

Esta prova automobilística, que vai na 58.ª edição, é acompanhada por milhares de madeirenses, muitos dos quais até optam por acampar nas serras da ilha para assistir à passagem das viaturas.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.