Governo dá luz verde a central de compostagem

Governo dá luz verde a central de compostagem

 

Pedro Nunes Lagarto   Regional   24 de Ago de 2010, 15:04

A empresa Profrutos obteve autorização do Governo Regional para avançar com o projecto de construção de uma central de compostagem no Chã do Rego de Água, freguesia de Santa Bárbara, concelho da Ribeira Grande.
Deste modo está assim confirmada não só a excepção para a construção da central de compostagem como também a consequente desafectação de 1000 m2 de área da Reserva Agrícola Regional.

O Executivo justifica a autorização com o interesse público do projecto, uma vez que o equipamento a construir “é imprescindível para o corrector tratamento de resíduos orgânicos agrícolas, florestais, animais e lamas industriais, resultando na produção de compostos orgâncos, sólidos e líquidos ricos em húmus, nutrientes e mico-organismos que poderão beneficiar as culturas de ananás e hortofrutícolas intensivas, de modo convergente com a segurança alimentar”.

“Valor estratégico” para São Miguel

Ontem António Simas, director técnico responsável pela qualidade, ambiente, higiene e segurança alimentar, explicou que a nova central no Chã do Rego de Água, orçada em dois milhões de euros (a candidatar a fundos comunitários), é uma unidade projectada a nível de ilha, podendo vir a assumir um valor estratégico para São Miguel.

“Permite resolver um conjunto de problemas ambientais relacionados com a gestão de resíduos agrícolas e florestais biodegradáveis, como através de processos exclusivamente biológicos valoriza aqueles ao ponto de poderem transformar radicalmente o modo actual de produção agrícola e florestal da ilha”, explica António Simas.

A mesma fonte da Profrutos acrescenta que a central “pode mesmo ser considerada como estruturante para a economia da ilha, por viabilizar, de modo ambientalmente sustentável, a substituição dos adubos químicos por adubos orgânicos, estes especialmente recomendados para o modo de produção biológica”, refere.

Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de terça-feira,
Dia 24 de Agosto de 2010


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.