Governo continua aposta num "Portugal turístico ao longo de todo o ano e em todas as regiões"

Governo continua aposta num "Portugal turístico ao longo de todo o ano e em todas as regiões"

 

Lusa/Açoriano Oriental   Nacional   16 de Jan de 2017, 16:52

A secretária de Estado do Turismo afirmou que o Governo vai apostar em 2017 num "Portugal turístico ao longo de todo o ano e em todas as regiões", comentando os mais recentes dados da hotelaria portuguesa.

 

As subidas registadas em novembro, nomeadamente em ocupações e proveitos na hotelaria, divulgadas hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), "refletem as opções tomadas" como a "captação de novas rotas aéreas e operações turísticas", comentou Ana Mendes Godinho.

Em comunicado, a governante acrescentou que as opções estão "apoiadas num aumento da atratividade do destino Portugal ao longo de todo o ano", referindo que em 2017 irá manter a aposta num "Portugal turístico ao longo de todo o ano e em todas as regiões".

"A par de um aumento da qualificação e valorização das pessoas que trabalham no turismo, fator determinante para garantir um destino turístico nacional qualificado e inovador", acrescentou a secretária de Estado, notando a criação de "vida nos destinos regionais além da época alta".

O gabinete da secretária de Estado do Turismo recordou os números do INE, designadamente os crescimentos de 21,2% do número de hóspedes estrangeiros na hotelaria e de 19,5% nas dormidas de estrangeiros.

Estas subidas são um "contributo decisivo para que Portugal tenha ultrapassado em novembro (de 2016) a barreira dos 51 milhões de dormidas e atingido os 18 milhões de hóspedes", lê-se.

O gabinete destacou ainda que os proveitos tenham chegado aos 2,8 mil milhões de euros, num crescimento de 17,1%, face ao período homólogo, ou seja, mais 400 milhões de euros.

"Os dados hoje divulgados confirmam a importância que o período fora da época alta tem tido para os resultados muito positivos da atividade turística, sendo responsáveis por 63% do crescimento de dormidas verificadas até novembro", lê-se no comunicado.

O gabinete cita a diversificação dos mercados emissores e destaca crescimentos do Brasil (+94,7%), Irlanda (+35,6%), Estado Unidos (+29,5%), Polónia (+25,2%) e Holanda (+24,4%).

Os crescimentos da atividade turística sentem-se em todo o país, com destaque para os Açores (+25%), Algarve (+19,5%), Lisboa (15,6%) e Norte (+15,2%).

Na informação divulgada hoje, o INE indicou que os estabelecimentos hoteleiros registaram 1,1 milhões de hóspedes (12,6%) e 2,9 milhões de dormidas (14,7%) no penúltimo mês de 2016, num cenário que registou uma subida da representatividade do mercado internacional nas dormidas (2,1 milhões), com o "contributo de um importante evento internacional em Lisboa", a conferência internacional de tecnologia e inovação WebSummit.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.