Governo considera "insuficientes" medidas da UE para o leite

Governo considera "insuficientes" medidas da UE para o leite

 

Lusa/AO online   Regional   20 de Jul de 2016, 17:48

O secretário regional da Agricultura e Ambiente dos Açores considerou "insuficientes" as medidas adotadas pela Comissão Europeia para fazer frente à crise do leite que afeta os produtores dos Açores de "forma particular".

"Nesta semana em que foram conhecidas as medidas decididas pela Comissão Europeia para o setor, reafirmo que estas não são suficientes em termos de afetação dos fundos e no seu alcance, mesmo considerando positivo o sentido de uma delas, a que prevê premiar os produtores que tenham reduzido, num determinado período, a sua produção", declarou Luís Neto Viveiros.

Portugal vai receber quase quatro milhões de euros de ajudas para o setor do leite, valor que pode ser duplicado com verbas nacionais, de um pacote de 350 milhões destinado ao setor.

Os 3.988.059 euros que Portugal vai receber podem ser duplicados através de medidas nacionais, segundo a proposta apresentada no Conselho de Ministros da Agricultura da União Europeia.

A Comissão Europeia vai ainda disponibilizar 150 milhões de euros para financiar a redução voluntária de produção de leite.

O pacote de ajuda ao setor do leite prevê também que os esquemas de armazenamento de leite em pó desnatado sejam prolongados até final de fevereiro de 2017.

O titular da pasta da Agricultura, que falava em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, na apresentação de uma campanha nacional de promoção de laticínios dos Açores, recordou que tem defendido junto do Governo da República e em todos os fóruns onde a região tem assento um "apoio suplementar" a atribuir à região no âmbito do POSEI.

Neto Viveiros acrescentou que o objetivo é "ajudar os produtores de leite" face à situação que se vive em termos europeus e que tem "um impacto ainda mais penalizador na região", que representa 30% da produção nacional.

"Tendo em conta que este programa comunitário se destina a minimizar as desvantagens geográficas e económicas das RUP [regiões ultraperiféricas] deve ser atribuído à região um apoio complementar visando compensar o impacto económico, social e ambiental provocado pela desregulação dos mercados nas suas produções tradicionais, na sequência das decisões da UE relativas ao desmantelamento do regime de quotas leiteiras", disse o governante.

O responsável pela Agricultura do executivo açoriano afirmou que aquelas decisões foram agravadas por situações registadas nos mercados internacionais, tendo referido que o Governo vai "continuar a lutar" pelo escoamento do leite e seus derivados, que considerou ser um "problema europeu".

A campanha nacional de promoção de laticínios dos Açores, que arranca na quinta-feira, abrange as principais estações de televisão e rádio, a par de plataformas 'online', rede de multibanco e 'mupis' (expositores de publicidade), denominando-se "Venha conhecer os laticínios dos Açores -- puro deleite".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.