Governo britânico exclui segundo referendo em resposta a peticionários

Governo britânico exclui segundo referendo em resposta a peticionários

 

Lusa / AO online   Internacional   9 de Jul de 2016, 10:40

O Governo britânico respondeu hoje a mais de quatro milhões de cidadãos que assinaram a petição para um segundo referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia ('Brexit'), excluindo a realização de nova consulta popular.

 

Segundo a agência France Presse, cada signatário da petição recebeu um 'email' (mensagem de correio eletrónico) do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

A petição vinha pedir ao Governo que criasse uma regra para que a decisão de sair ou ficar na União Europeia fosse anulada se tivesse menos de 60% dos votos, quando a votação que determinou o 'Brexit' obteve 51,9%.

A petição defende ainda que com taxa de participação inferior a 75% o referendo deve ser repetido, quando o último, de 23 de junho, obteve 72% de participação.

Na resposta aos peticionários, o Governo britânico argumentou que nenhum limiar mínimo de afluência às urnas tinha sido definido quando foi aprovado o referendo para manutenção ou não do Reino Unido na União Europeia.

"Como o primeiro-ministro disse claramente na sua declaração perante a Câmara dos Comuns em 27 de junho, o referendo foi o maior exercício democrático na história britânica, com mais de 33 milhões de pessoas que se pronunciaram", refere a mensagem enviada aos signatários da petição.

O 'email' adianta que "a decisão deve ser respeitada" e que se deve manter a preparação de processo de saída da União Europeia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.