Governo anuncia contratação de mais 82 funcionários para as escolas

Governo anuncia contratação de mais 82 funcionários para as escolas

 

Lusa/AO online   Regional   8 de Out de 2014, 15:20

O Governo Regional dos Açores anunciou que vai contratar 82 novos assistentes técnicos e operativos para as escolas da região, no decorrer deste ano letivo, para suprir as necessidades criadas pela aposentação de funcionários.

 

"Estou em crer que uma vez colocados estes novos assistentes técnicos e assistentes operacionais, o quotidiano das escolas melhorará ainda mais. De resto e, nesta fase, enquanto os concursos não concluem, temos utilizado no dia-a-dia, para suprir as necessidades existentes, os programas de promoção do emprego, que o Governo coloca à nossa disposição", disse hoje o secretário Regional da Educação e Cultura.

Avelino Meneses falava aos jornalistas no final de uma reunião com representantes do Sintap/Açores, hoje, em Angra do Heroísmo.

O sindicato alertou para a falta de pessoal não docente nas escolas da região, alegando que o problema, que já é sentido há algum tempo, se agravou no último ano letivo.

"Os trabalhadores queixam-se, porque houve muito pessoal que, por via da aposentação, saiu dos seus lugares de trabalho, o que fez com que esses funcionários ficassem sobrecarregados de serviço", frisou Orivaldo Chaves, do Sintap.

Segundo o sindicato, o problema afeta "quase todas as escolas", porque uma grande parte do pessoal não docente optou por se aposentar "mesmo tendo cortes nas pensões".

Orivaldo Chaves mostrou-se satisfeito com a abertura de 82 postos de trabalho, considerando que isso demonstra a atenção da tutela para o problema, mas disse que "só o tempo dirá" se o número de contratações será suficiente, já que o pessoal não docente das escolas da região "tem alguma idade".

Por sua vez, o secretário Regional da Educação e Cultura sublinhou que a tutela está atenta ao envelhecimento do pessoal não docente e à necessidade de renovação, por isso estão em curso 82 procedimentos concursais que deverão estar concluídos "no decurso deste ano letivo".

"Na nossa opinião, estes 82 suprirão o essencial das necessidades existentes nas escolas", frisou.

Avelino Meneses acrescentou, ainda, que em comparação com o ano letivo anterior, as escolas da região têm mais 58 funcionários neste ano, "numa altura em que inclusivamente o número de estudantes diminui tenuemente".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.