Governo acata recomendações do TC na Saúde

Governo acata recomendações do TC na Saúde

 

lusa   Regional   8 de Dez de 2011, 18:45

O Governo Regional dos Açores disse hoje que está "acompanhar” a preocupação do Tribunal de Contas relativas às dificuldades do setor empresarial público na área da saúde, mas reiterou que as dotações no Orçamento de 2012 "garantem [o seu] equilíbrio financeiro".

Na quarta-feira o presidente do Tribunal de Contas, Guilherme d’ Oliveira Martins, entregou ao presidente do parlamento açoriano os pareceres relativos às contas de 2010.

Na ocasião, Guilherme d’ Oliveira Martins manifestou “preocupação” com o endividamento do setor empresarial regional nos Açores, em especial na área da saúde, que apresenta resultados negativos líquidos sucessivos, com exceção do Grupo EDA.

Numa nota a vice-presidência do Governo sustenta que "apesar da redução superior a 50 milhões de euros do passivo total das empresas do sector público", o Governo "acompanha a preocupação manifestada pelo TC", mas sublinha que as dotações aprovadas no Orçamento da Região para 2012 "irão assegurar o cumprimento da recomendação do Tribunal de Contas e garantir o equilíbrio financeiro das empresas públicas na área da saúde".

"Com o objetivo de acolher a recomendação do TC, o Orçamento da Região para 2012 irá reforçar, de forma muito significativa, as transferências para os Hospitais, EPE, de forma a que (…) se assegure, no próximo ano, não só o equilíbrio económico-financeiro destas empresas como sua capacidade de cumprir integralmente os compromissos financeiros assumidos", sustenta.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.