Gordon Brown pede desculpa por insulto a eleitora


 

Lusa / AO online   Internacional   28 de Abr de 2010, 19:04

O primeiro-ministro britânico pediu hoje desculpa pessoalmente e disse ser um “pecador penitente” por ter chamado “fanática” a uma eleitora que o interpelara durante a campanha eleitoral em Rochdale, no norte do país.
O incidente aconteceu esta quinta-feira após Gordon Brown ter sido confrontado por Gillian Duffy sobre questões relacionadas com as pensões de reforma, a seguir às quais comentou acerca dos imigrantes de leste que estão a trabalhar no país.

O candidato Trabalhista lembrou que também existem muitos britânicos a trabalhar na Europa e tentou desviar a conversa para as promessas de campanha, como a saúde e a educação, mas ao entrar no carro, comentou com um assessor que a conversa tinha sido “um desastre” e que os colaboradores não deviam tê-lo deixado falar com a mulher.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.