GNR intervém em alegada 'rave' ilegal junto da barragem alentejana de Odivelas

GNR intervém em alegada 'rave' ilegal junto da barragem alentejana de Odivelas

 

Lusa / AO online   Nacional   16 de Ago de 2014, 19:37

Uma festa 'rave' alegadamente ilegal junto à barragem de Odivelas, Ferreira do Alentejo, levou hoje à intervenção da GNR, tendo dois militares sofrido ferimentos ligeiros e sido transportados ao Hospital de Beja, revelaram as autoridades.

 

Contactado pela agência Lusa, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja disse que os bombeiros, depois de um alerta recebido às 16:42, foram mobilizados para aquela barragem.

Os bombeiros, segundo a mesma fonte, transportaram para o Hospital de Beja “dois militares da GNR com ferimentos leves”.

A Divisão de Comunicação e Relações Públicas do Comando Geral da GNR, também contactada pela Lusa, explicou que a Guarda interveio hoje na festa, a qual alegadamente estará “a decorrer desde sexta-feira”.

“Os militares intervieram, em conjunto com a Sociedade Portuguesa de Autores, no sentido de apurar se estava tudo legal relativamente às licenças obrigatórias por lei”, frisou a fonte da GNR.

Na operação, realizada na sequência de “uma queixa por parte do parque de campismo” Markádia, situado junto da albufeira, foi identificado um homem, de nacionalidade francesa, que alegadamente “era quem estava a passar música”.

Os militares apreenderam também diverso material elétrico e eletrónico, utilizado para a transmissão da música na ‘rave’, como “cabos e mesas de mistura”.

A intervenção da GNR levou participantes na festa a “arremessarem vários objetos” contra os militares, limitou-se a acrescentar a fonte da Guarda, escusando-se a fornecer mais pormenores, por agora, por a operação ainda estar a decorrer.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.