Economia

Ginásios vão perder 15% dos clientes com subida do IVA


 

Lusa/AO online   Economia   29 de Nov de 2010, 17:47

A subida do IVA de 6 para 23 por cento vai implicar uma quebra de 15 por cento nos actuais frequentadores de ginásios e a perda de cerca de três mil empregos, estimou a associação do sector.
De acordo com os dados da Associação de Empresas de Ginásios e Academias de Portugal (AGAP), apresentados numa conferência de imprensa, a subida do IVA terá como principal consequência o abandono de cerca de 90 mil dos actuais 600 mil frequentadores dos ginásios portugueses.

“Isto corresponde a um despedimento de 2700 a 3000 pessoas que trabalham nestes ginásios e que incluem professores, recepcionistas e pessoal de manutenção e limpeza”, disse à Lusa, o vice-presidente da APAG, José Júlio Vale e Castro.

“No interior”, acrescentou, “serão, sobretudo, empresas familiares a fechar lançando famílias inteiras no desemprego".

José Júlio Vale e Castro salientou que "neste momento, com a taxa mínima ainda a ser praticada já há algum abandono dos ginásios porque o poder de compra já baixou" e nalgumas empresas os problemas económicos reflectem-se em salários em atraso.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.