Saúde

Gastos com saúde subiram 5% entre 2000 e 2008


 

Lusa/AO online   Nacional   22 de Nov de 2010, 17:05

Os gastos com a Saúde aumentaram 4,9 por cento por ano entre 2000 e 2008 em Portugal, com o crescimento da despesa do Estado a abrandar e os gastos dos cidadãos a subirem.
De acordo com a Conta Satélite da Saúde, hoje divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística, a despesa total nesta área aumentou entre 2000 e 2008, em termos nominais, 4,9 por cento por ano, atingindo 17,2 mil milhões de euros em 2008, correspondendo a cerca de 10 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).

Este valor correspondeu a uma despesa per capita de 1.627,4 euros, diz o relatório, de acordo com o qual nos anos 2006 e 2008, a despesa cresceu de forma menos intensa, registando-se aumentos nominais de 1,0 por cento e 2,2 por cento, respectivamente

Os dados indicam que, entre 2000 e 2008, a despesa total em saúde aumentou, em termos nominais, 4,9 por cento por ano, o que compara com um crescimento médio anual do PIB em valor de 3,9 por cento.

“Este comportamento foi basicamente determinado pela despesa corrente em saúde que aumentou em média anual, no mesmo período, 5,2 por cento”, adianta o INE.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.