Crime

Gabinete de Apoio à Vítima atendeu 882 pessoas desde 2004

Gabinete de Apoio à Vítima atendeu 882 pessoas desde 2004

 

Lusa / AO online   Regional   19 de Fev de 2010, 10:04

O Gabinete de Apoio à Vítima de Ponta Delgada, Açores, já atendeu 882 pessoas desde que abriu em 2004, na maioria mulheres vítimas de violência doméstica, revelou a gestora desta estrutura, Sílvia Branco, em declarações à Lusa.
“Existe uma maior consciencialização para os apoios e serviços de que dispõem [as vítimas]”, afirmou Sílvia Branco, frisando que o número de pessoas que recorrem ao gabinete tem vindo a aumentar todos os anos.

Em 2004 foram atendidas 71 pessoas, número que subiu para 92 no ano seguinte, e para 109 em 2006. Em 2007 foram apoiadas 120 e em 2008 recorreram aos serviços 192.

No ano passado, o Gabinete de Apoio à Vítima de Ponta Delgada atendeu 298 pessoas.

Os dados desta estrutura da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) indicam que a maioria das pessoas que ali acorrem são mulheres, entre os 26 e os 45 anos, casadas e vítimas de violência doméstica, incluindo maus tratos físicos e psicológicos, ameaças e injúrias.

Os agressores são, na maioria dos casos, o ex-marido ou o antigo companheiro, sendo maioritariamente casos de famílias monoparentais.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.