França quer saber reivindicações da Al-Qaida para libertação de reféns


 

Lusa/AO online   Internacional   23 de Set de 2010, 12:35

A França espera "poder contactar a Al-Qaida" para saber quais as reivindicações do braço magrebino da organização que reivindicou o rapto, no Níger, de sete pessoas, entre as quais cinco franceses, afirmou o ministro da Defesa.
"De momento, a nossa preocupação é poder entrar em contacto com a al-Qaida, saber quais as suas reivindicações, que desconhecemos", adiantou Hervé Morin à rádio privada RTL.

"O que desejamos é que a Al-Qaida possa a um dado momento apresentar pelo menos as reivindicações", salientou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.