Crise financeira

França e Alemanha querem apertar vigilância orçamental


 

Lusa / AO online   Economia   6 de Mai de 2010, 11:56

A França e a Alemanha querem reforçar a vigilância orçamental na zona euro, com "sanções mais eficazes" em caso de défices excessivos e dotá-la de um "quadro robusto" para gerir crises como a da Grécia, anunciaram Nicolas Sarkozy e Angela Merkel.
O presidente francês e a chanceler alemã anunciaram, numa carta conjunta publicada pelo jornal francês Le Monde, várias propostas que contam fazer na sexta-feira numa cimeira dos 16 países da zona euro.

Pedem aos dirigentes que vão estar na cimeira que enviem " um sinal de que estão prontos a encarar um reforço da vigilância orçamental para a zona euro, que acarrete sanções mais eficazes para os procedimentos de défice público excessivo".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.