Angola

FNLA mantém divergências internas após congresso polémico


 

Lusa / AO online   Internacional   8 de Jul de 2010, 12:15

O actual representante da Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) no parlamento angolano, o deputado Ngola Kabango, foi expulso do partido num congresso extraordinário realizado esta semana em Luanda, onde Lucas Ngonda foi eleito presidente.
O II congresso extraordinário “do Reencontro e Harmonização da Grande Família da FNLA” foi realizado sem a participação de Ngola Kabango, que foi eleito presidente do partido num congresso extraordinário de 2007, convocado após a morte do líder fundador do partido, Holden Roberto.

A decisão da sua expulsão está ligada aos alegados “actos reiterados de rebelião contra as instituições do país e do partido”, embora a ala de Kabango já tenha vindo a público dizer que este congresso foi apenas uma reunião de “amigos” de Lucas Ngonda.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.