FNE considera positiva distinção das faltas


 

Lusa / AO online   Nacional   19 de Mar de 2010, 17:02

A Federação Nacional dos Sindicatos da Educação (FNE) considerou "positiva" a medida anunciada pela ministra da tutela de voltar a distinguir entre faltas justificadas e injustificadas, para responsabilizar os alunos face às suas obrigações escolares.
A não distinção entre faltas justificadas e injustificadas era "uma situação que contribuía para a diminuição da importância do trabalho escolar e da responsabilidade dos alunos relativamente à sua obrigação de assiduidade e de participação nas actividades escolares", afirmou João Dias da Silva, secretário-geral da FNE.

Na opinião do responsável, importa que também a família seja chamada a responsabilizar-se pelas razões que levam os alunos a faltar a actividades escolares.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.