Festival quer continuar a atrair milhares à Povoação

Festival quer continuar a atrair milhares à Povoação

 

Rui Jorge Cabral   Cultura e Social   24 de Jun de 2015, 12:35

O Festival da Povoação by Nissan decorre este ano como habitualmente no último fim de semana de agosto, entre os dias 27 e 29, antecedendo as grandes festas religiosas da vila, que decorrem no fim de semana seguinte.
Nos últimos anos, os principais concertos têm chamado ao recinto do festival mais pessoas que toda a população reunida do Concelho da Povoação. O cartaz deste ano é muito diversificado: de um concerto inaugural com fados em frente à igreja da Praça Velha, o festival passa pelos habituais DJs internacionais que irão atuar no Palco Nissan, não faltando também as bandas e DJs regionais, para além da tradicional representação das comunidades açorianas na América, que este ano está a cargo de um DJ, Jason Saints, cuja família é originária da Povoação. 

 

Em declarações à Rádio Açores/TSF, André Ávila, presidente da Associação de Juventude do Concelho da Povoação, que organiza o festival, diz que as bandas e artistas regionais são “ponto de honra a abrir e a fechar as noites do festival, o que é também um passo importante para esses artistas, que poderem atuar perante audiências de oito a dez mil pessoas”.  A opção por abrir o festival deste ano com um concerto de fados deveu-se, segundo André Ávila, à necessidade de alargar o evento ao público mais tradicional da Povoação. “Queremos acarinhar todo o nosso público, neste caso os mais idosos, que também gostam de concertos, mas não querem ouvir a música da ‘pancada’ e  podem ouvir fados, sentados,  à beira-mar e em frente a uma fachada lindíssima, sem perder a envolvência do festival”.

 

O Festival da Povoação by Nissan são três dias com música das nove da noite até às sete da manhã e costuma encher a zona central e as duas praias da vila com milhares de jovens vindos de toda a ilha. Além disso, muitos emigrantes que costumam regressar à sua terra para as festas religiosas do início de setembro já antecipam a sua chegada para apanhar ainda o festival. 

 

André Ávila admite o transtorno que a música noite dentro gera nalguns habitantes do centro da vila que moram junto ao recinto do festival, mas acrescenta que “as pessoas  percebem que são apenas três dias, mas três dias muito importantes para a vila e para o concelho da Povoação e que mexem muito com a economia local”.

 

Um evento que exige muito aos seus organizadores, profissionais de outras atividades e que dedicam vários meses e muitas horas da sua vida pós-laboral à organização do festival. A venda de bilhetes  já está a decorrer com uma campanha até 6 de julho de venda de dois mil bilhetes para os três dias do festival por apenas 15 euros. 


O apoio da Nissan acaba por ser uma ‘exportação’ do Concelho da Povoação, uma vez que vem diretamente da Nissan Iberia, que opta por patrocinar este festival nos Açores - que já está à beira do top 10 dos maiores festivais nacionais de média dimensão - de entre uma carteira de festivais internacionais.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.