Festival de Sopa na ilha de São Miguel ajuda a "quebrar barreiras" há 17 anos

Festival de Sopa na ilha de São Miguel ajuda a "quebrar barreiras" há 17 anos

 

Lusa/AO Online   Regional   1 de Set de 2015, 12:54

Ainda não tem sopas de todos os continentes, mas o Festival de Sopa na Casa de Saúde de São Miguel, nos Açores, que decorre a 5 de setembro, é cada vez mais internacional e contribui para "quebrar barreiras".

 

“Todos os anos há sopas tradicionais portuguesas, mas também há de outros países, que chamam a atenção pela sua originalidade”, afirmou o diretor da Casa de Saúde de S. Miguel, em declarações à Lusa, acrescentando que a XVII edição deste festival vai contar com cerca de 60 variedades de sopas, entre as quais a estreia de uma sopa irlandesa feita por um particular.

O evento, iniciado pela Casa do Povo da Fajã de Baixo, a que se juntou depois a Casa de Saúde de S. Miguel, foi o primeiro do género nos Açores e constitui já “um momento muito aguardado” anualmente pela população e por turistas na cidade de Ponta Delgada.

Pedro Diogo Carvalho adiantou que “o festival ainda não conseguiu dar a volta ao mundo em sopas, mas um dia se calhar conseguirá”, dado o interesse crescente que o evento tem despertado entre a sociedade local, empresas de restauração, hotelaria e forasteiros.

Além das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), participam no festival, com uma ou mais sopas, muitos particulares, um interesse que tem vindo a crescer de ano para ano e que tem permitido enriquecer o menu apresentado.

“A vinda da população para dentro dos terrenos da Casa de Saúde conviver este serão com os nossos utentes, familiares e trabalhadores permite ver outra perspetiva de um hospital psiquiátrico e isso é também uma conquista”, afirmou Pedro Diogo Carvalho, para quem o evento “ajuda e ajudará a quebrar barreiras e estigmas sociais”.

Além da variedade de sopas, o festival conta com as tradicionais malassadas, doce típico açoriano na altura do carnaval, bifanas no pão e animação musical.

O recinto da festa, que decorre no parque de estacionamento da instituição localizada na Fajã de Baixo, abre no dia 05 de setembro pelas 19:00 (mais uma hora no continente), sendo que os preços dos bilhetes de entrada variam entre os cinco e os oito euros e as crianças até aos cinco anos não pagam.

O Festival de Sopa da Casa de Saúde de S. Miguel, que conta com o apoio de várias entidades e empresas, é organizado conjuntamente pela Casa do Povo da Fajã de Baixo, Instituto S. João de Deus e Casa de Saúde de S. Miguel.

Como habitualmente, quem for ao festival vai poder votar e escolher as sopas de que mais gostou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.