Festival de Cinema de Veneza arranca hoje


 

Lusa/AO On line   Internacional   1 de Set de 2010, 06:30

O Festival de Cinema de Veneza, um dos mais importantes da Europa, começa hoje em Itália, e nele vão estar a concurso dois filmes portugueses de João Nicolau e Manoel de Oliveira.

A bienal de cinema arranca hoje à noite com a estreia de "Black swan", de Darren Aronofsky, o realizador que Veneza premiou com o Leão de Ouro em 2008 com "The Werstler".

Nos dias 08 e 09 passam na secção competitiva "Horizontes" a primeira longa-metragem de João Nicolau, "A espada e a rosa", e a curta-metragem "Painéis de São Vicente de Fora, visão poética", de Manoel de Oliveira, encomendada pela Fundação de Serralves.

Os dois realizadores portugueses, de duas gerações do cinema português, de 35 anos e 101 anos, vão estar naquela semana em Veneza a apresentar os seus filmes.

Da restante programação, a concurso pelo Leão de Ouro vão estar nomes como Sofia Coppola ("Somewhere"), Abdellatif Kechiche ("Venus noire"), Vincent Gallo ("Promises written in water"), Monte Hellman ("Road to nowhere"), François Ozon ("Potiche") e Julian Schnabel ("Miral").

"Balada triste de trompeta", de Álex de la Iglesia, "Norwegian wood", de Anh Hung Tran a partir de um romance de Haruki Murakami, e "A solidão dos números primos", romance de Paolo Giordano adaptado por Saverio Costanzo, também integram a secção competitiva.

Este ano o júri que atribui o Leão de Ouro é presidido pelo realizador Quentin Tarantino.

O festival termina no dia 11 com a exibição de "The tempest", de Julie Taymor.

O Leão de Ouro de carreira do festival deste ano será entregue ao realizador e produtor John Woo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.