Festa do Chicharro promete levar milhares à Ribeira Quente

Festa do Chicharro promete levar milhares à Ribeira Quente

 

Paulo Faustino   Cultura e Social   9 de Jul de 2015, 18:59

Começa esta quinta-feira e prolonga-se até domingo a 26ª edição da Festa do Chicharro, um dos principais festivais açorianos que anualmente atrai milhares de pessoas provenientes de diferentes zonas da Região e emigrantes à Ribeira Quente, freguesia piscatória situada no concelho da Povoação.

 

Este ano, o evento conta com diferentes géneros musicais, destacando-se como apostas fortes o grupo Resistência, Buraka Som Sistema, Djojie e os Djs Julian Jordan, Mak J, Mastiksoul e Dan Maarten. Participam artistas estrangeiros, nacionais e regionais com diferentes estilos musicais, que vão desde o Rock ao pop, passando pelo Kizomba e Techno, até às músicas infantis. Quanto a este último aspeto, a animação será assegurada domingo à tarde com o tributo à Violeta, Velvet Carochinha, palhaços, insufláveis, modelagem de balões e pinturas faciais.

Hoje atuam Urkesta Filarmoka, Djodje, Mastiksoul e Dave Lopes; amanhã subirão ao palco Jet Lag, Buraka Som Sistema, Julian Jordan, Dirty Drum Beats e Antoine C; no sábado será a vez de Sara Cruz Trio, Resistência, Makj, Dan Maarten e Az Kicker.

Em declarações à Rádio Açores/TSF, Ruben Melo, da organização - a cargo da Associação Cultural e Desportiva Maré Viva - acentuou que o cartaz deste ano “prima pela qualidade”, tendo a “particularidade de acolher todos os géneros musicais”, porque “tentamos ao máximo satisfazer a todos”. Já se veem tendas montadas na freguesia, onde o acampamento é possível em três zonas: perto do Porto de Pescas, no Polidesportivo e por cima da praia. “Fizemos um grande esforço para oferecer o máximo possível de condições aos campistas”, diz, tendo sido disponibilizado apoio a estes últimos.

O recinto da 26ª Festa do Chicharro oferece boas condições para os festivaleiros, desde logo ao nível da sua dimensão, instalações sanitárias, produção audiovisual e pirotecnia, mas também no que diz respeito à zona de restauração, destacando-se por ser, “muito provavelmente, a melhor e a mais abrangente de sempre”, com quatro restaurantes diferentes.

Os veículos poderão estacionar dentro da Ribeira Quente enquanto houver estacionamento disponível, independentemente da hora. Em alternativa, haverá sempre autocarros, cerca de 12, a circular entre Furnas e Ribeira Quente e vice-versa, nos dias da festa, desde as 11 da manhã até às 7 da madrugada do dia seguinte. Os festivaleiros poderão igualmente estacionar nas ruas das Furnas e também numa zona extra dentro desta freguesia, entre a rua dos Moinhos e a rua da Palha, com capacidade para aproximadamente 500 viaturas, definida pela Associação Maré Viva..

O bilhete para a festa custa 22 euros. De qualquer modo, os bilhetes diários terão uma variação de preços, sendo hoje de 5 euros; amanhã de 10 euros e no domingo de 12 euros. A tarde infantil será grátis.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.