Ferro Rodrigues diz que Presidente da República devia ter feito autocrítica


 

AO/Lusa   Nacional   5 de Out de 2014, 13:38

O líder parlamentar do PS, Ferro Rodrigues, defendeu que o Presidente da República, que hoje propôs uma reflexão urgente sobre o regime político português, também devia ter feito uma autocrítica pelas funções públicas que exerceu.

 

"O senhor Presidente da República, tendo sido primeiro-ministro durante dez anos e sendo Presidente da República também praticamente há esse tempo, falando da crise do sistema político, devia também ter feito a sua própria autocrítica, coisa que não fez", afirmou hoje Ferro Rodrigues, em declarações aos jornalistas, no final das comemorações oficiais do 5 de Outubro, realizadas no salão nobre da Câmara Municipal de Lisboa.

Questionado sobre o discurso do Presidente da República, Cavaco Silva, Ferro Rodrigues lembrou, por outro lado, que até agora nunca Portugal teve uma crise de governabilidade devido ao atual sistema político.

"Portugal não teve até agora nenhuma crise de governabilidade, houve sempre soluções para formar Governo, a crise que existe é uma crise de confiança determinada pelo que aconteceu depois da crise internacional", afirmou.

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, propôs hoje uma reflexão sobre o regime político português, destinada a encontrar soluções para os problemas de governabilidade, que considerou ser urgente.

"É urgente procedermos a uma reflexão séria sobre o regime político português e encontrarmos em conjunto soluções para os problemas que afetam a governabilidade da nossa República", defendeu o chefe de Estado.

No seu discurso, o chefe de Estado afirmou que "os portugueses são dos povos da União Europeia que demonstram maiores níveis de insatisfação com o regime em que vivem", advertindo para o seu afastamento da vida cívica, para o perigo do populismo e do carreirismo partidário.

Ressalvando que, no seu entender, "os portugueses não estão insatisfeitos com a democracia ou com a República", Cavaco Silva assinalou os estudos que evidenciam "a insatisfação dos cidadãos e a sua falta de confiança nas instituições – sobretudo nos partidos".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.