Fernando Santos rejeita pressão e promete trabalho até 2020

Fernando Santos rejeita pressão e promete trabalho até 2020

 

Lusa/AO Online   Futebol   21 de Jul de 2016, 19:35

O selecionador Fernando Santos rejeitou hoje qualquer pressão acrescida por Portugal ter agora o estatuto de campeão europeu de futebol e prometeu "muito trabalho" para os próximo quatro anos, sempre com "ganhar" como "palavra-chave".

 

"Vamos trabalhar mais, mais e mais para conduzir Portugal ao que todos desejamos. A palavra-chave é ganhar e vamos lutar muito por isso", disse Fernando Santos durante a oficialização da sua renovação de contrato com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), na Cidade do Futebol, em Oeiras.

O estatuto de campeão da Europa, que terá de ‘carregar' nos próximos quatro anos, não preocupa o treinador de 61 anos, que afastou qualquer pressão adicional na seleção nacional.

"Não tenho pressão. As panelas é quem têm pressão. Não tenho idade para ter pressões. Tenho sim é obrigações, que é fazer o melhor. Responsabilidade sim, pressões não. Somos campeões da Europa e vamos continuar a ser iguais a nós próprios", garantiu.

Fernando Santos revelou que as conversas para um novo vínculo começaram em maio e que tudo ficou acordado na última semana no Algarve, depois de um encontro com o presidente Fernando Gomes.

"Depois de uma semana atribulada, com o regresso a Portugal, decidimos ter uma conversa normal e tranquila no Algarve onde estávamos de férias e facilmente chegámos a um acordo. Agora temos é que trabalhar outra vez com muita força. Só temos uma lema que é ganhar", afirmou.

O selecionador nacional confidenciou ainda um episódio que ocorreu com Fernando Gomes durante o Europeu, depois do empate com a Áustria (0-0) na segunda jornada do Grupo F, numa altura em que "começou a aparecer muita gente desconfiada" com a campanha de Portugal em França.

"Depois do jogo, nessa noite, estávamos a jantar e ele [Fernando Gomes] disse-me ao ouvido para eu não me esquecer que contava comigo para os próximos quatro anos. Isto foi numa altura em que muita gente se calhar estava desconfiada e ele, mais uma vez, de uma forma clara disse que contava comigo. Isso marcou-me", contou Fernando Santos.

Portugal inicia a qualificação para o Mundial2018 a 6 de setembro com uma deslocação à Suíça, na primeira jornada do Grupo B.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.