Felipe VI destaca vontade de Portugal e Espanha de trabalharem "ombro a ombro"

Felipe VI destaca vontade de Portugal e Espanha de trabalharem "ombro a ombro"

 

Lusa/AO Online   Nacional   7 de Jul de 2014, 13:14

O rei Felipe VI destacou em Lisboa os "vínculos permanentes" entre Espanha e Portugal e acentuou a vontade de trabalhar "ombro a ombro" para responder "aos grandes desafios" atuais que se colocam aos dois países.

 

Portugal e Espanha "partilham interesses comuns, problemas comuns e vontade de trabalho, ombro a ombro, para dar resposta aos grandes desafios que nos coloca o século XXI", disse Felipe VI no final de um encontro com o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, no Palácio de Belém.

"Aqui fica o nosso compromisso de fazer valer a história que nos antecede e de projetar esta relação para o futuro, a bem dos espanhóis e dos portugueses", sublinhou, numa declaração aos jornalistas.

O recém-proclamado rei de Espanha salientou que os dois países "têm tantas áreas de trabalho em comum que é difícil pormenorizar".

O monarca destacou que a visita a Portugal, que decorre a convite de Cavaco Silva, é "um motivo de alegria e de orgulho e de grande satisfação", recordando os "vínculos familiares, a intensa história e os vínculos tão próximos e permanentes que Portugal e Espanha têm tido e têm".

Felipe VI respondeu a Cavaco Silva, que antes lançou o convite para que os reis espanhóis regressem a Portugal para uma visita mais demorada.

"Sem dúvida, como disse, é uma visita tão curta e tão rápida que reflete a nossa vontade de vir o mais cedo possível, agradecendo o seu convite, e dando destaque a esta relação tão especial de boa vizinhança, de amizade, de trabalho em comum que queremos continuar a realizar", afirmou o rei, que foi proclamado a 19 de junho.

O rei disse ainda concordar "plenamente com tudo o que comentou o Presidente da República", que, na sua declaração à imprensa, destacou a "solidez e a intensidade das relações entre Portugal e Espanha", referindo que o "excelente relacionamento" entre os dois países "pode também ser aproveitado nas instâncias internacionais, na União Europeia, para a defesa dos interesses comuns".

Esta visita oficial de Felipe VI e Letizia é a segunda deslocação ao estrangeiro dos novos monarcas de Espanha, que após a proclamação visitaram o Vaticano e têm previstas outras deslocações a Marrocos, França e Bélgica.

A visita a Portugal, que decorre apenas hoje, prossegue com um almoço no Palácio Nacional de Queluz, oferecido pelo Presidente da República e pela mulher, Maria Cavaco Silva, em honra dos reis.

Felipe VI e Letizia deslocam-se ao início da tarde à Assembleia da República, onde serão recebidos pela presidente, Assunção Esteves, e depois têm previsto um encontro com o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.