Federação Agrícola dos Açores satisfeita com aprovação de programa europeu POSEI

Federação Agrícola dos Açores satisfeita com aprovação de programa europeu POSEI

 

Lusa/AO Online   Regional   14 de Nov de 2014, 13:35

O presidente da Federação Agrícola dos Açores manifestou-se hoje satisfeito com a aprovação da nova versão do programa europeu de apoio à agricultura das regiões ultraperiféricas (POSEI), dizendo que permitirá agilizar procedimentos mas não prepara o fim das quotas leiteiras.

“Satisfaz a federação. É esse um dos objetivos que tínhamos de há alguns anos a esta parte. O Governo [Regional] conseguiu em negociações resolver. É bom para a maior parte dos agricultores em todas as áreas”, afirmou Jorge Rita, em declarações à agência Lusa.

O Governo dos Açores revelou hoje que a Comissão Europeia aprovou na quinta-feira, "sem qualquer reparo", a nova configuração do POSEI que havia sido proposta pela região.

A proposta entregue em Bruxelas e agora aprovada resultou de meses de trabalho entre o executivo regional e a Federação Agrícola dos Açores.

Apesar da manutenção do mesmo envelope financeiro (77 milhões de euros anuais), Jorge Rita considerou que o novo POSEI permitirá “agilizar procedimentos, tornar o processo mais transparente e dar resposta às preocupações presentes e futuras do setor, que é apoiar mais a produção com estes fundos”.

A nova versão do POSEI visa "a simplificação e o reajustamento" deste programa e "a sua adaptação" à realidade atual da agricultura açoriana, procurando ser, também, um "contributo" para a preparação do setor para o fim das quotas leiteiras na Europa, a partir de 2015, e para o incremento da "diversificação" do tipo de produção, afirmou hoje o secretário regional da Agricultura, numa conferência de imprensa em Ponta Delgada.

“Não concordo totalmente. Estamos a falar é da manutenção das verbas que existiam. Não há nenhum reforço nacional”, disse Jorge Rita, que discorda da opinião do secretário regional quanto ao contributo do novo POSEI para o anunciado fim das quotas leiteiras na Europa.

Jorge Rita sublinhou que ainda não se sabe ao certo qual será o impacto do fim das quotas leiteiras no arquipélago, havendo ainda muito trabalho a fazer nesta matéria.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.