Espanha

Fecho do espaço aéreo de Madrid pode afectar mais de quatro milhões de passageiros


 

Lusa/AO online   Internacional   3 de Dez de 2010, 17:00

O fecho do espaço aéreo de Madrid, depois de os controladores aéreos abandonarem os seus postos de trabalho está a atingir o resto de Espanha, com potencialmente mais de quatro milhões de passageiros afectados
Ainda que oficialmente apenas estejam fechados os espaços aéreos de Madrid e das Ilhas Baleares, o caos que está a ser gerado na navegação aérea em Espanha está a afectar outros aeroportos.

Oficialmente, quer a AENA, que gere os aeroportos espanhóis, quer a Eurocontrol – que gere o espaço europeu – antecipam que os aeroportos de Madrid e das Ilhas Baleares ficarão fechados pelo menos até às 24:00 de hoje.

No entanto fontes da AENA sublinham que, dada a importância de Madrid como centro de distribuição de rotas aéreas, tanto dentro de Espanha como para a Europa e resto do mundo, o efeito “cascata” começa a afectar outras zonas do país.

O abandono de postos de trabalho pelos controladores aéreos, inesperado e sem que qualquer greve tivesse sido marcada, levou já o Governo a convocar uma reunião de emergência.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.