FC Porto "multiplica" por oito e continua na elite

FC Porto "multiplica" por oito e continua na elite

 

Lusa/AO   Futebol   11 de Dez de 2007, 20:16

O FC Porto ultrapassou hoje pela oitava vez, em 13 presenças, a primeira fase de grupos (agora única) da Liga dos Campeões em futebol, mantendo-se na elite da mais importante competição de clubes do "velho continente"
Recordistas de presenças (13 em 16 edições - a de 1991/92 não entra nas estatísticas oficiais), a par dos ingleses do Manchester United, os "azuis e brancos" repetiram os feitos de 1993/94, 1996/97, 1999/2000, 2001/2002, 2003/2004, 2004/2005 e 2006/2007.
Num "top 10" no qual só entram, além dos portistas, formações de Espanha, Inglaterra, Alemanha e Itália, o FC Porto é sétimo, juntamente com o Arsenal, perdendo apenas para Real Madrid, Manchester United, Bayern Munique, AC Milan, Juventus e FC Barcelona.
Nas últimas sete participações, os "dragões" só falharam o apuramento na primeira fase de grupos em 2005/2006: sob o comando do holandês Co Adriaanse, foram últimos do seu agrupamento, que incluía Inter de Milão, Glasgow Rangers e o modesto Artmedia.
A valorizar ainda mais o apuramento dos bicampeões nacionais está o facto de, pela segunda vez, o FC Porto ter obtido o apuramento como primeiro classificado, o que apenas havia conseguido há mais de uma década, mais precisamente em 1996/97.
Sob o comando de António Oliveira, a formação portista concluiu o Grupo D com 16 pontos, correspondentes a cinco vitórias e um empate (12-4 em golos), contra nove do Rosenborg, sete do AC Milan, que foi afastado, e três do Gotemburgo.
Este registo, que continua a ser o melhor dos "dragões", começou de forma épica, com um triunfo no reduto do AC Milan por 3-2, com um "bis" do suplente brasileiro Mário Jardel e um tento do também avançado "canarinho" Artur.
Depois, o FC Porto bateu em casa os suecos por 2-1, com dois tentos de Artur, e ganhou os dois encontros com os noruegueses: 1-0 em Trondheim, onde Jardel decidiu em "cima" da hora, e 3-0 nas Antas, com tentos do esloveno Zahovic, do sérvio Drulovic e de Artur.
Ao quinto jogo, os "azuis e brancos" cederam os únicos pontos, na recepção aos italianos (1-1, com o golo portista a pertencer ao brasileiro Edmilson), mas acabaram com novo triunfo, em Gotemburgo, por 2-0, com golos de Jardel e Edmilson.
Apesar de ter conquistado o seu agrupamento, o FC Porto defrontou o Manchester United nos oitavos-de-final e caiu com estrondo: foi goleado em Old Trafford por 4-0 e, na segunda "mão", ficou-se por um "nulo" na recepção ao "onze" de Alex Ferguson.
Desta vez, o "onze" de Jesualdo Ferreira não corre o risco de defrontar nos "oitavos" os actuais detentores do título inglês e já é certo que também evita os restantes principais "tubarões": Chelsea, Real Madrid, AC Milan, FC Barcelona e Inter de Milão.
Os possíveis adversários dos "dragões", na primeira fase a eliminar, são AS Roma, Schalke 04, Celtic, Olympiakos, Glasgow Rangers ou Lyon, Fenerbahce ou PSV Eindhoven e Sevilha ou Arsenal.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.