FC Porto bate Chaves e segue em frente

FC Porto bate Chaves e segue em frente

 

Lusa/AO   Futebol   7 de Dez de 2007, 19:57

O FC Porto, da Liga principal de futebol, apurou-se hoje para a V eliminatória da Taça de Portugal, ao vencer o Desportivo de Chaves, da II Divisão, por 2-0, em encontro disputado no Municipal flaviense
O FC Porto assegurou hoje a passagem à quinta eliminatória da Taça de Portugal em futebol, ao derrotar o Desportivo de Chaves, por 2-0, num jogo "cinzento" e apenas "colorido" com os golos de Hélder Postiga e Adriano.
Apesar de "chamuscado" com as recentes eliminações frente ao Fátima e Atlético, o FC Porto apresentou um "onze" em que apenas repetiu, em relação à vitória frente ao Benfica (1-0), Pedro Emanuel e Fucile.
Com meia equipa no Porto, casos de Helton, Quaresma, Bosingwa, Tarik, Raul Meireles e Stepanov, Jesualdo Ferreira, certamente com os turcos do Besiktas no pensamento, deixou no "banco" de Chaves Bruno Alves, Lucho e Lisandro.
Começou melhor o Chaves na fria noite que assinalou o reencontro com o FC Porto, em jogo entre os líderes da Liga e da Série A da II Divisão, tendo Abadito, logo aos dois minutos, enviado a bola ao "ferro" da baliza defendida por Nuno.
Com o jogo a decorrer em toada lenta e com muitas perdas de bola e passes transviados, os lances junto das balizas aconteciam, quase sempre, em situações de bola parada, mas as duas equipas foram desperdiçando as sucessivas oportunidades.
O Chaves entrou bem na segunda parte e criou perigo por Bruno Madeira, logo aos 46 minutos, mas foi o FC Porto que chegou à vantagem por Hélder Postiga, aos 53, num remate de primeira a passe de Kazmierczak.
Jesualdo Ferreira recorreu a Lucho e Lisandro para dinamizar a equipa e o FC Porto, pese embora esporádicos remates à baliza de Nuno, quase sempre inconsequentes, passou a dispor de mais situações de perigo.
Até ao final do encontro foi o guarda-redes flaviense Rui Rego que mais trabalho teve, apesar da boa reacção do Chaves, que só não conseguiu impedir o segundo golo do FC Porto por Adriano, aos 91 minutos, a centro de Lucho.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.