Fase final das olímpiadas do ambiente arranca amanhã na Horta


 

Lusa/AO On line   Regional   5 de Mai de 2010, 06:36

A final nacional das XV Olimpíadas do Ambiente começa na quinta feira na Horta, Açores, envolvendo 78 alunos de todo o país, que vão tentar provar até sábado os seus conhecimentos sobre a situação ambiental do país e do planeta.

As Olimpíadas do Ambiente são um concurso de problemas e questões dirigido aos alunos do terceiro ciclo e do secundário, criado em 1994 para sensibilizar para os problemas ambientais e aprofundar o conhecimento sobre a situação do ambiente no país e no mundo.

Esta edição foi a mais participada de sempre, com cerca de 41 mil jovens inscritos, tendo a realização de duas eliminatórias permitido escolher os 78 finalistas que estarão nos Açores.

A primeira prova decorreu a 14 de janeiro, envolvendo 31 235 alunos do terceiro ciclo de 499 escolas e 9700 jovens do ensino secundário de 246 escolas.

Para a fase seguinte, disputada a 3 de março, foram apurados 1797 alunos do terceiro ciclo e 1029 do secundário, de entre os quais foram selecionados os que estarão presentes na final nacional.

Para chegarem ao Faial, os 78 finalistas, além de questões centradas no tema desta edição das olimpíadas - ‘Objetivos de Desenvolvimento do Milénio’ - responderam também a perguntas sobre assuntos como a conservação da natureza, recursos naturais, poluição, estilos de vida e ameaças globais.

Nesta final nacional, além das provas da modalidade ‘Ambiente à Prova’, estarão também em disputa os prémios relativos às duas outras categorias das Olimpíadas do Ambiente.

Na modalidade ‘Ambiente e Arte’ estarão a concurso 123 cartazes elaborados por alunos de todo o país, enquanto na categoria ‘Ambiente e Cidadania’ a vitória será disputada por 25 projetos apresentados por professores.

Os finalistas, além da competição, vão também cumprir um programa de iniciativas que lhes darão a conhecer a ilha do Faial.

Um percurso pedestre para observação da fauna e flora locais, visitas ao Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos e ao Jardim Botânico e a participação numa ação de plantação de mata nativa são algumas das actividades previstas para os próximos dias.

O programa da final das XV Olimpíadas do Ambiente inclui ainda iniciativas abertas ao público, como uma mostra de artesanato, uma sessão de cinema ambiental e uma palestra da investigadora Ana Colaço sobre ‘Oásis do Mar Profundo’.

As Olimpíadas do Ambiente, que contam com o Alto Patrocínio do Presidente da República, são um dos mais importantes projetos de educação ambiental que se realizam no país, resultando de uma iniciativa da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica, Quercus e Zoomarine


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.