DECO

Famílias sobreendividadas aumentam


 

Lusa / AO online   Economia   22 de Mar de 2010, 10:43

Desemprego, salários em atraso e cessação do pagamento de horas extraordinárias são os principais motivos que explicam o aumento das famílias que recorrem actualmente à DECO, segundo a coordenadora do Gabinete de Apoio ao Sobreendividado (GAS).
"Aquilo que temos verificado é o aumento do número de famílias que nos pedem ajuda", disse Natália Nunes à Lusa, sublinhando que muitos portugueses "estão a ser confrontados com a questão do desemprego", a que se juntam ainda factores como o não pagamento de comissões e horas extraordinárias, "além dos salários em atraso".

Desde o início do ano, o GAS contabilizou já 502 pedidos de ajuda por parte das famílias portuguesas, sendo que mais metade desse número - 275 - refere-se a Fevereiro passado, quando se registou um aumento de 0,2 por cento do número de inscritos nos Centros de Emprego e Formação Profissionais em Portugal.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.