Conjuntura

Famílias europeias pouparam mais no segundo trimestre

Famílias europeias pouparam mais no segundo trimestre

 

Lusa/AO online   Economia   28 de Out de 2011, 11:04

A taxa de poupança das famílias da Zona Euro aumentou ligeiramente no segundo trimestre deste ano, acompanhando o crescimento do rendimento disponível, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat e pelo Banco Central Europeu (BCE).
A taxa de poupança bruta das famílias (ou seja, a percentagem do rendimento disponível dos particulares que não é gasto) da "eurolândia" estava nos 13,9 por cento no segundo trimestre de 2011, uma ligeira subida em relação aos 13,6 por cento registados nos primeiros três meses do ano.

O Eurostat explica o aumento na poupança das famílias como resultado de um crescimento de 0,5 por cento no rendimento disponível bruto em termos reais (isto é, descontando a inflação), que não foi acompanhado por uma subida proporcional do consumo. Enquanto o rendimento cresceu 0,5 por cento, o consumo só aumentou 0,1 por cento.

Para o cômputo dos 27, ainda segundo os dados do gabinete estatístico da Comissão Europeia e do BCE, a taxa era 12,6 por cento no segundo trimestre, um aumento de 0,7 pontos percentuais relativamente ao trimestre anterior.

Na Zona Euro, foi o segundo trimestre consecutivo em que a poupança das famílias cresceu. Antes disso, a taxa de poupança caiu durante sete trimestres consecutivos desde que atingira o valor máximo do século XXI, 15,9 por cento nos primeiros três meses de 2009.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.