Política

Falta de oposição interna não significa unanimidade no PS/Açores

Falta de oposição interna não significa unanimidade no PS/Açores

 

Lusa / AO online   Regional   31 de Mar de 2010, 17:49

O presidente do PS/Açores, Carlos César, afirmou esta quarta-feira que a ausência de oposição interna não significa unanimidade de posições, defendendo que o partido deve aproveitar o próximo congresso para preparar a vitória nas eleições regionais de 2012.
“Não há pessoas no PS/Açores que queiram apressar ou estimular mudanças na liderança, que tem sido sólida, mas isso não significa unanimidade de posições”, frisou Carlos César, salientando que é a “diversidade de opiniões que permite melhorar a actividade governativa”.

Para Carlos César, o PS/Açores “não funciona como o PSD, onde há imensas pessoas que querem dar cabo do líder”, acrescentando que os socialistas “o que querem é dar cabo das políticas que não estão a dar certo e colocar no seu lugar boas políticas”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.