Explosão em Banguecoque faz 19 mortos

Explosão em Banguecoque faz 19 mortos

 

Lusa/AO online   Internacional   17 de Ago de 2015, 19:06

A explosão de uma bomba num santuário hindu no centro de Banguecoque, Tailândia, fez pelo menos 19 mortos e mais de 120 feridos, disse a polícia tailandesa, que inicialmente tinha indicado a existência de 10 vítimas mortais.

 

Entre os mortos encontram-se 10 tailandeses, um chinês e um filipino, precisou a polícia.

O ataque, que devastou uma das principais artérias do centro da cidade, provocou 123 feridos.

À hora da explosão, 18:30 locais (12:30 em Lisboa), muitos turistas e devotos visitavam o santuário Erawan.

Para o porta-voz da polícia, Prawut Thavornsiri, o ataque foi motivado por razões políticas para semear o "caos" num país governado há 15 meses por uma junta militar.

Um porta-voz do Governo disse que ainda era muito cedo para saber quem estava por detrás do ataque.

Desde maio de 2014, que a Tailândia é governada por uma junta militar, que assumiu o poder depois de meses de violentos protestos contra o ex-Governo eleito.

O país, uma monarquia, continua tenso e profundamente dividido, mais de uma década depois de uma grande turbulência política, que inclui dois golpes de Estado.

O ex-primeiro-ministro, que ganhou todas as eleições desde 2001, e toda a sua família estão exilados para fugir à repressão e ao ódio da elite tailandesa, incluindo a de Banguecoque.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.