Afeganistão

Explosão de bombas artesanais mata três soldados da NATO


 

Lusa / AO online   Internacional   30 de Jul de 2010, 12:27

Três soldados da NATO morreram na quinta-feira, no sul do Afeganistão, devido à explosão de bombas artesanais, a arma preferida dos talibãs, anunciou a organização.
A força internacional da NATO no Afeganistão (ISAF) não revelou a nacionalidade das três vítimas, deixando esta tarefa para os países de origem, nem as circunstâncias exactas das explosões.

As bombas artesanais são a primeira causa de morte dos cerca de 150.000 membros das forças internacionais e das forças afegãs, bem como entre os civis afegãos.

No total, 408 soldados estrangeiros morreram no âmbito das operações militares no Afeganistão desde o início do ano. Deste total, 86 morreram este mês e 102 em Junho, que foi o mês com maior número de vítimas desde o princípio da guerra, em finais de 2001.

Apesar do reforço regular de tropas internacionais no Afeganistão, a rebelião dos talibãs tem aumentado de intensidade, estando agora presente na quase totalidade do território do país.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.